Resenha: “Menelau e os homens” no Falando em Literatura…

Patkó_Fugitives_1921
Fugitives, por Károly Patkó (1895–1941).

O livro começa bem misterioso, enigmático a partir do título: Menelau? Quem é? E os homens, quem são?

“Os homens não são bichos de confiança.”

“…Estava diante daquela criatura de olhar terno e amigo, que, com certeza, não o deixaria jamais; mas ele, Davi, por um instante relativizou a amizade e questionou aquilo de ser leal. Olhou de novo para Menelau — atento a fitá-lo — e sentiu vergonha de si próprio. Apagou o cigarro, desceu do monolito e voltou para o curral de pedras. Menelau o seguiu, como sempre…”

Leia a resenha na íntegra clicando AQUI.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s