Está tudo bem, de Lidiane Nunes

Estamos chegando ao final da terceira e última temporada de 2015 da coluna CONTO AFORA. Dez contistas, em cada uma delas, tiveram seus textos publicados aqui. Uma incrível diversidade de perfis de escritores e seus estilos. Quando tive a ideia de criar a coluna, pensei em celebrar o gênero conto da forma mais legítima possível: publicando contos de escritores de língua portuguesa, sem me delongar nas apresentações, pois penso que quem melhor depõe sobre o autor é seu texto. Fico feliz de poder ter sido atendido pelos escritores que convidei, feliz mesmo. Que venham outras temporadas, ano que vem, quem sabe.

Para encerrar as atividades da CONTO AFORA em 2015, convidei uma contista muito dedicada, delicada e talentosa. É muito bom ter Lidiane Nunes encerrando a terceira temporada. Estamos em boas mãos, pois o conto que ela nos traz é primoroso.

Boa leitura, e vamos em frente.

Conto Afora 3ª TEMPORADA

Levanta da cama com dor de cabeça, toma um banho congelado, depois de levar um choque violento do chuveiro elétrico, quebrado há mais de uma semana. Engole o mesmo suco de laranja de todos os dias e as duas fatias de pão com ovo, sem sal algum, que a sua mãe lhe entrega com um ar de inabalável felicidade. Senta na moto e segue para a faculdade de Medicina, a que não dá a mínima, mas continua cursando, porque era o que seu finado pai tanto queria e gastou todas as economias com professores particulares para que passasse no vestibular. Sai da sala de aula horas depois com a certeza de que errou quase todas as questões da prova da segunda unidade e que para ser aprovado precisará da intervenção divina. Decide entrar numa joalheria para comprar um anel − como um pedido de desculpas − para a namorada, que no dia anterior teve um ataque de histeria por causa de uns minutos de atraso para a estúpida festa de aniversário do cunhado que o detesta. Almoça numa espelunca, onde come quase sem mastigar para poder chegar a tempo ao emprego de meio período − que vai levando para ganhar um trocado −, onde passa a tarde escrevendo atas, relatórios e atendendo a clientes insatisfeitos e mal-educados. Volta para casa se sentindo péssimo, um verdadeiro medíocre, que vive uma vida falsa, sempre tentando agradar aos outros e nunca fazendo o que tem vontade. Abre a porta pensando em mandar todos à merda, sem exceção, ir para o quarto, dormir, e só acordar na semana seguinte. Entra e se depara com a avó, que o olha com imenso carinho e um sorriso desdentado nos lábios, perguntando se poderia levá-la para fora, pois gostaria de sentir a brisa da noite. Responde que sim, claro que pode, empurra a cadeira de rodas até a varanda iluminada e, cansado, fica um pouco ali. A velha pergunta como foi o seu dia, se estudou muito, como está se sentindo, se está cansado, essas coisas que todo familiar sempre pergunta para demonstrar preocupação. Escuta o canto dos pássaros e o vento que bate na copa das árvores, sente uma lágrima molhar seu rosto, enxuga rapidamente com a palma da mão, temendo que alguém possa ver, respira fundo, e diz estou bem, vó, está tudo bem.

foto-01 - CópiaLidiane Nunes é graduada em Letras Vernáculas, especialista e mestra em Estudos Literários, pela Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). É editora, livreira e escritora. Publicou seus textos, entre poemas, contos e minicontos, em antologias como Sangue Novo: 21 poetas baianos do século XXI (Escrituras, 2011, poesia) e Tardes com anões: 7 minicontistas (Vento Leste, 2011, contos). No final de 2012, ganhou a Bolsa Funarte de Criação Literária com o projeto do livro de minicontos Ruínas. Seu primeiro livro de poemas foi Aquela mesma paisagem (Kalango, 2014, poesia). Publica seus textos no blog Deslocamentos.

Anúncios

2 comentários sobre “Está tudo bem, de Lidiane Nunes

  1. Lidi, que texto lindo. Início angustiante, como a vida do personagem, com final inesperado, suave como a lágrima que escorre dos olhos dele. Parabéns! E parabéns ao Dênisson pelo blog e pela coluna.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s